Quando é que vamos voltar a viajar?

Quando é que vamos voltar a viajar?

[actualização a 15 Maio 2020]

Estamos todos expectantes: quando é que se vai poder voltar a viajar (e em segurança, claro)?

Para já, como todos sabemos, estão desaconselhadas viagens não essenciais, as fronteiras estão fechadas, os empreendimentos turísticos também e os transportes aéreos estão limitados. A UE convidou os estados membros a prolongarem até 15 de Junho a interdição de entradas não indispensáveis em território Europeu. E Portugal prolongou até essa data a interdição de voos de e para fora da UE. Controlar a pandemia e a propagação do COVID-19 passa especialmente por evitar contactos sociais e deslocações.

A curto prazo prevê-se que o turismo em Portugal comece lentamente a abrir e que possamos voltar a viajar. As viagens entre países na Europa, também poderão ser retomadas a médio prazo. Mas… e para fora da Europa?

Ainda vamos voltar a viajar este ano para fora da Europa?

Segundo o Worldometer, nos países para onde temos programas de viagem, a situação do surto COVID-19 é melhor, a nível de números de infectados, do que na Europa. O país com mais casos é a Índia, com 83,072 casos e 2,662 mortes à data de hoje (para uma população de 1,3 biliões). Nos outros três países para onde temos programas, os números são muito baixos: Sri Lanka com 925 casos e 9 mortes, o Nepal com 258 casos e 0 mortes e o Butão com 21 casos e 0 mortes.

No entanto, mesmo que as fronteiras da Europa abram entretanto, entre países Europeus, é preciso que as fronteiras de países de outros continentes abram também e que os regimes de entrada nesses países sejam viáveis.

Nós continuamos a monitorizar os desenvolvimentos em Portugal, na Europa e nos diferentes países para onde temos viagens, através das autoridades oficiais, das empresas ligadas ao sector do Turismo e também através dos nossos contactos locais.

As Autoridades de Turismo do Sri Lanka, Nepal, Butão e India (países para onde temos viagens a partir de Outubro 2020) têm dado indícios de estarem a prever abrir fronteiras nos próximos meses.

E as companhias aéreas também têm dado bons indícios de que a actividade poderá ser restabelecida a partir de Junho / Julho

Se as expectativas se mantiverem, as viagens que temos marcadas para o último trimestre deste ano vão poder realizar-se (com as adaptações inerentes ao controlo e prevenção do surto COVID-19). 

Para Outubro temos agendada uma peregrinação Pelo Caminho de Siddhartha, em Novembro o programa Índia Sul + Ayurveda e em Novembro e Dezembro o programa Nepal + Butão.

Plano de Contingência para viagens em grupo

A pensar na abertura das actividades turísticas, o Turismo de Portugal lançou o selo “Clean&Safe” e pediu às agências de viagens e unidades de alojamento que assumissem o compromisso de implementar as medidas preconizadas pela DGS, que criassem normas de prevenção e controlo e desenvolvessem um Plano de Contingência COVID-19. Foi o que fizemos.

Lançamos hoje no site da Macro Viagens o separador COVI-19, com resposta às questões mais frequentes, para quando for possível voltar a viajar:

  • Em que circunstâncias não deve viajar;
  • Como pode proteger-se durante as viagens em grupo;
  • O que pode acontecer em situações de risco;
  • O que acontece caso esteja inscrito numa viagem que tenha de ser cancelada.

Nesse separador, encontram informações sobre a situação actual e também medidas que todos os viajantes devem implementar (a partir do momento em se possa voltar a viajar em segurança).

Partilhamos também o nosso Plano de Contingência interno, para que toda a informação seja clara e transparente para todos.

Se tiverem sugestões de outras medidas que possamos implementar para oferecer maior segurança a quem viaja connosco e a quem acompanha as viagens (líderes e convidados), deixem-nas aqui em baixo, nos comentários.

Desejamos viajar em breve (já temos tantas saudades de viajar com grupos), mas queremos fazê-lo em segurança -para nós, para os viajantes e para todos, incluindo as populações locais.

Deixe uma resposta